para e pensa… porque navegar ainda é preciso.

[qua] 29 de março de 2017

sabes aqueles momentos de fuga…

ou que você deseja eles.

ah, se pudesse, feito desenho animado, ou filme de hollywood, no meio do  nada abrir uma porta e ir para qualquer outro universo.

e apesar de tudo, das coisas boas e interessantes do dia, ainda senti uma vontade danada de escapar.

*

eu tinha que bolar uma atividade – já que aquela que eu havia planejado lá no começo do ano não ia rolar… não tem tempo hábil… esse negócio de bimestre é tenso. e tem mais… tem que terminar outra e ainda pensar nas recuperações… cargas dágua… preciso de tempo pra desenvolver a ideia…

e mais… esse negócio de acordar e sair correndo, sem nem comer direito, para o trabalho não é legal. novidade do dia, perdi o ônibus… dessa vez não ganhei carona, apertei o passo e andei 3km. e por sorte, chegando no terminal de integração… dois busão sentido norte da ilha estavam saindo… vou eu lá mofar dez minutos no terminal, e por conexão… atrasar 10 minutos… e perder a primeira aula, logo com a turma que eu mais detesto… logo a turma que eu menos tenho aula até o final do bimestre… logo a turma que tá tudo mais atrasado… [parte até gostei de ter atrasado… outra parte sabe que o que estava ruim piorou].

*

gosto de improvisar, mas sobre uma base preparada. posso vagar pelo mundo das ideias, mas preciso ter uma casa pra voltar. esse negócio de sair a esmo, nas quebradas da vida, para ver o que vai dar… não me anima muito, e até me deixa um bocado de humor ruim. e o dia de hoje, foi um bocado disso… estar a deriva, sem a porra do vento e do sol, pra ao menos saber pra onde remar.

*

tu libera a turma alguns minutos mais cedo, pra poder pegar o busão no horário e chegar mais cedo… e pra tirar onda com a tua cara, o busão atrasa, como todo dia e como quase todos os horários… e tu pega o próximo, e chega atrasado no próximo terminal (eta, essa vida perdida em modo terminal…] e perde a conexão.

com fome, casado, sem saco para ficar mofando 40 minutos. ‘bora caminhar então… pouco menos de 1 km e ganho carona. fechou…

mas nada é triste, recebi um abraço carinhoso de uma amiga querida, ex-aluna;

e batemos mó papo eu e minha mãe, e acrescemos mais uma palestrante boa, minha filha… vamos longe nós três.

*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: