os pés de café e outras notas

[sex] 3 de março de 2017
a vida é assim: notas mínimas de um dia
acordar cansado as 8h30.
e no meio de um sonho – fragmentos/reminiscências: uma trupe de clown portenha adentrando um busão pela porta traseira… já não era um ônibus… era um teatro móvel… eu era a primeira plateia…
cavar a terra, plantar seis pés de café. regar, proteger do sol e esperar que vingue a vida.
e aquela sensação recorrente de ter perdido um pensamento [importante?!]
relembrar: a troca de memórias queridas… o bom de ter amigos é a amizade de hoje, de ontem… é o privilégio de ter compartilhado uma história coletiva.
da tarde
sair encharcado na primeira aula do dia/tarde – a sala é um inferno, não as pessoas… é esse infernal calor, essa arquitetura de bosta do estado, essa rotineira e desumana falta de respeito com qualquer processo pedagógico… 50 alunos num cubículo que mais parece uma sauna.
pior do que isso só aquelas plaquinhas informativas da quantidade passageiros que cabem dentro do ônibus… sentadas e em pé. há um erro… pessoas amontadas nas escadas (o que é proibido), e socadas ao longo do corredor… não cabe ninguém, mas a placa segue afirmando que caberiam mais dez…
filas e esses trens superlotados. outro inferno.
passar o resto do dia molhado e fedendo a suor.
da noite:
escrever /ou apenas ter uma inspiração compulsiva para o começo de/ um poema:
piernas flacas.
ojos redondos.
pelos de flor.
hermosa hernanda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: