socorro nobre

[dom] 15 de março de 2015

domingo. dia longo e exaustivo. o compromisso, assinalado numa folha colada na tela do computador… organizar todas as aulas, sistematizar avaliações aplicadas, em aplicação e por aplicar. resumo para estagiária… é, uma senhora fará observação e depois intervirá em algumas aulas… a conversa meio atropelada da sexta-feira não me permitiu definir claramente como faremos, mas é sempre bacana compartilhar a sala de aula. mas voltando da digressão… eu não fiz nada disso. não mexi em nenhuma folha e nem no pc até agora. e exceto o almoço que dei uma zapeada na tv e acessei isto aqui:

Curta: Socorro Nobre, de 1995. Walter Salles. «Uma das influências de Central do Brasil, realizado em 1998, seria um curta sobre o relacionamento por cartas entre uma presidiária e um artesão polonês dirigido pelo próprio Walter Salles, três anos antes. Socorro Nobre, de 1995, leva o nome da ex-presidiária Maria do Socorro Nobre que, emocionada com uma matéria sobre o artesão Franz Krajcberg, envia uma carta ao escultor, dando início a uma bela história de amizade. Premiado em vários países, o curta documental apresenta Franz Krajcberg, um escultor que lutou contra o nazismo pelo exército polonês e vive há décadas isolado em uma praia deserta em Nova Viçosa, na Bahia. Krajcberg já rodou o mundo expondo suas esculturas, feitas em madeira queimada e material calcinado. Paralelamente, a baiana Maria do Socorro, reclusada no presídio de Salvador, sonha em voltar a viver com seus filhos.» texto acima extraído do canal cultube.

o restante do dia foi de trabalho braçal… por a mini-reforma da casa em movimento… enquanto meu primo terminava o quarto, fazendo o reboco, a pintura das paredes e colocava o piso que faltava… eu pintei a cozinha. acredito que mais um dia e ele passará para o novo quarto. e mais uns 3 ou 4 dias, algumas caixas de piso, uns dois sacos de cimento… e eu passarei para o quarto que ele ocupa agora. e só falta o estrado/deck de entrada e enfim poderei limpar a casa… porque essa condição de casa em obra é muito chata.

 

%d blogueiros gostam disto: