exercícios sob a trilha sonora vespertina

[qui] 16 de janeiro de 2014

DOS ELEFANTES

Não começar pelo que lhe é fácil. Lembre-se. Assim morrem os elefantes. Na tarde azul há um branco em forma de balão e o preto em forma de luto ou luta. Há toda uma solidão e um silêncio só. Há o sono acidentado e a dor cinzenta… Dor que um dia cairá tal qual a tempestade. E lá, onde for, longe do que é fácil, emerge no fio sonoro do trompete uma lembrança do que fora uma juventude ou sonhos verdes. E explode – sem poder iniciar – o poema vermelho, o desconforto agudo, o fim crônico. Solitário, como a ilusão tão real que este mundo azul é triste e seco. Seco é o som. É a orquestra em silêncio. Lá longe é tão cá dentro e é tão imenso como o nó da madeira e a dor do músculo esquerdo. Mas aquieta. Espera. Não começar pelo que é fácil… E vem em gritos, entra, atravessa, preenche todos os cantos com este som inteiro. Há tempo e tudo crescerá. Após a chuva cerrar e após o sol – que um dia chegará. E assim, repara o trilho sonoro que comporá o caminho que os teus pés e ouvidos farão. Orquestrarás o esquecimento… Morrerás, frente a frente, como todos os elefantes – imensos e terminais.

[nota – quando conclui isto hoje pela tarde lembrei disto aqui]

DO MAR

Não se caminha sobre o mar à tarde. Voa-se – como só os peixes sabem, refletidos, sobre os fragmentos estelares, estes milhares de brilhos solares, tão filhos do vento e dos meus olhos vespertinos.

2 Respostas to “exercícios sob a trilha sonora vespertina”

  1. meiri Says:

    que lindo isso, Boni!!!

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: