#13/40

[qua] 15 de maio de 2013

há dias em que tudo rola numa boa, flui. há dias em que nem tudo rola tão bem… é um engasgar. e há dias assim… no limbo. o ânimo evaporou. e o máximo que consigo é deixar o tempo escorrer, e só no último instante, às vezes já perdendo a hora da saída, eu limpo o rosto e mergulho no que é necessário. #13/40.

mas não sei explicar… é um clima meio tenso pelos arredores – quando você percebe que é o único que tem renda (+-) fixa no final do mês – e apertou para todos. você percebe que precisa guardar, porque se a corda estourar… é você que vai ter que segurar as pontas de todos.

tenso.

mas é mais do que isto… é esse esperar que tudo seja intenso e agitado, mas tu não mexe um pelo para modificar. e mais… o plano é o inverso, é conservar o minimo movimento para guardar. mas sei lá… as vezes não há sentido.

—-

os poemas, assim como as fontes, estão secos. / os poemas, assim como as fontes, estão congelados. / os poemas, assim como as fontes, estão correndo. / os poemas, assim como as fontes, evaporaram // os poemas, assim como as fontes, são de outra estação.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: