mas sou minha, só minha e não de quem quiser

[seg] 22 de abril de 2013

no ponto de ônibus, repensando as aulas da noite. remexo na memória as primeiras reflexões sobre o tema e me vem forte esta canção que curtia muito cantar:

Já que não me entendes, não me julgues (…) Ninguém sabia e ninguém viu Que eu estava a teu lado então… Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulherSou minha mãe e minha filha, Minha irmã, minha meninaMas sou minha, só minha e não de quem quiserSou Deus, tua Deusa, meu amor“. Trecho da canção 1º de julho da Legião Urbana.

depois de uma aula discutindo isto aqui: http://concursonigs.paginas.ufsc.br/

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: