tu me arde!

[qui] 7 de janeiro de 2010

o que eu digo o que tu disse. que puta vontade… de cantar e florir e clarear a vida. confesso hoje desde a hora do acordar tu fez falta dessas de dar vazio enorme em peito cheio e dor estranha que a gente não decifra bem o que será só sei que é algo assim como queria tu aqui “juntinho […] até o fim raiar”. sim, fez falta o beijo-sol nesta tarde-nuvem, a preguiçinha goixtosa e o bonito de tua boca. […] e dormiremos juntos, tu, girassol, no rio de são sebastião, eu filho de oxóssi [como diz tu], aislado nesta desterro de santa catarina, ainda repleto do teu cheiro. e tu disse que [registro] adoraria guardar me numa garrafa na casa de tua avó para quando do teu retorno experimentar me preguiçosa e gostosamente. e que odiou o meu olhinho de quem não sabe pedir desculpas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: