os estudantes e o povo

[seg] 4 de maio de 2009

Anotações

00:01 Não havia anotado aqui ainda. Comecei a ler “Da guerrilha ao socialismo – A Revolução Cubana” de Florestan Fernandes.

“A revolução cubana interessava-me em sua especificidade e como parte do quadro histórico mundial de luta de vida ou morte entre os sistemas de poder capitalista e socialista. Concentrei-me na análise do essencial: as origens e a evolução da situação revolucionária e sua relação com a guerrilha como solução política que pode ou não repetir-se.”

e como reflexão profunda… “Ou os estudantes se identificam com o destino do seu povo, com ele sofrendo a mesma luta, ou se dissociam do seu povo, e nesse caso, serão aliados daqueles que exploram o povoFlorestan Fernandes

————

9:00 pernoitei mais uma noite na vigília.
esse entrincheirar e armar-se de solidariedade e companheirismo desanuvia minha vista e miro muito mais além… fico mais forte e mais homem, mulher… enfim, gente!

———————————————————————-

9:56 bula: tomar nota e não esquecer, o porque destes três últimos dias vadios, e não foram perdidos ou comprimidos à toa, paira algo ai nessa aparente inércia… a possível e dinâmica pulsão… hora de começar pondo os tais pingos nos ‘i’s e avançar (bolsa, pesquisa, disciplinas, artigos, leituras, grupos de estudos, grupo de extensão, arte, as viagens… o movimento de área… ai!)… Nada de ficar perdendo tempo sem rumo e triste por sempre todo dia deixar um mundaréu de coisas para algum dia no futuro. É minha saúde física. É a necessária reorientada nas investigações e trabalhos disciplinares… Qual o objetivo de realizar algo hoje, qual a prioridade, o que é essencial?

“dar conseqüência, compreender mais e melhor no sentido da intervenção consciente, com um recorte claro”.
——————————————
10:27
Caetano é bom, e Rafaela Amaral contribuindo para o meu descobrimento do Brasil.

obra de finíssima qualidade.

———–

11:03 Vou almoçar ‘romanticamente‘ no RU.

——————

17:07 Adeus ao WINDOWS (vai tarde!). Bem vindo Ubuntu.

18:00 Haverá um sequestro ou um resgate. Estou esperando… Ansiosamente esperando-te.

——-

23:35 Sóbrio… eou sendo mais exato, num estado de extase presente não só te desenho // mas te gravo / te imprimo / te xilogravo / te rimo / te tateio / te esculpo / te grafo / te escrevo / te fotografo /  te descrevo / te colo / te documento / te filmo / te semeio / te cultivo em mim por inteiro.

Uma resposta to “os estudantes e o povo”


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: