fragmentos-exercícios sobre as coisas

[seg] 18 de agosto de 2008

fragmentos-exercícios sobre as coisas

a canoa em branco mar
[more]
à vista, perde-se
na finitude indecifrável
do não-horizonte.

deriva, ausente o nau.

na branquitude brumal do olhar-água
a perder-se de vista,
presente, flutua
na imensidão
este pensamento
esta canoa
presa-livre
da imaginação.

Santo Antônio de Lisboa,
18.08.2008

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: