15 hs…

[ter] 30 de julho de 2002

15hs depois…

Ao avesso… quando ‘cê foge dos [e inventa outros] passos e [se es]vai por outros caminhos, encontra outras pessoas, vê outros lugares… [hoje, quase, foi um dia desses]. foi de um sorriso, e uma boca, e não-beijo. certas coisas serão pra sempre [finge ao menos], outras nunca serão, e nós… ah! nós já não estamos aqui.  Ao volume máximo: Dexys Midnight Runners: There, There, My Dear.

————————————————

É isso.  Ao avesso, você vê carne, músculos e ossos.
E eu poesia.

%d blogueiros gostam disto: